2013-11-09 19.43.29

“Para aqueles que nunca desistem, para aqueles que sempre acreditam no amanhã, para aqueles que a fé em Deus é imensurável”, são estes os homens de sucesso do amanhã. Victor estava à 30 pontos do primeiro colocado e tinha 50 pontos no máximo (2 primeiros lugares) em jogo ou seja o adversário tinha uma baita vantagem, era só chegar nas primeiras posições e pronto ficaríamos com o Vice Campeonato que estávamos. Mas a determinação é algo que vem de dentro, uma mistura de fé, alma e a certeza que é possível mesmo quando parece que não.

20131109_115729

Começaram os treinos de quarta com nenhuma novidade, pequenos ajustes e “pegar a mão” da pista. Quinta-feira, 2 treinos, foco total e dedicação nos motores e carburadores, trabalho sensacional com os preparadores e o chefe de equipe o Ari Salgado e uma evolução muito grande no equipamento. Chegou sexta, dia de definir o motor e carburador, dia bastante atípico pois aconteceu 1 treino de 1 hora, 2 tomadas de tempo (para a corrida de sexta e de sábado) e uma corrida. O resultado deste dia foi, melhor volta, Pole Position e Vitória, retirada por um toque de corrida que resultou em uma penalização de 10 segundos e o segundo lugar e 20 pontos conseguidos. Quanto ao líder do campeonato, na corrida de sexta, teve um problema no início da prova e não completou e portanto não computou nenhum ponto.

20131109_115723

Terminamos então a sexta com 10 pontos de desvantagem. Bem a boa notícia veio a seguir com a informação de que os pontos na última etapa (sábado) tinham o dobro da representatividade mas mesmo com está notícia ao Victor somente importava a vitória e somente a vitória interessava. Chegou sábado, Sol, mais de 30oC na sombra e sei lá quantos graus na pista. Largada, Victor em 4o, tempo conseguido na segunda tomada de tempo de sexta. Largada….ANIMAL pula para segundo e logo depois para não bater permite a passagem e fica em 3o segundo seguindo assim até o final chegando em 1o lugar na Shifter Rookie e assim completando a corrida com os pontos tão necessários. O concorrente direto pelo título, infelizmente bateu em 2 outros pilotos e os comissários desclassificaram. Pronto, finalmente chegou o título, é Campeão Paulista de Shifter Rookie 2013. Agora é só esperar o dia 14 de novembro na entrega do prêmio e registro nos canais do automobilismo.

Ainda não assimilamos o que está acontecendo mas o que posso informar, que mais uma vez o Esporte venceu.

20130818_141116Um final de semana que vai ficar em nossas retinas e em nossas memórias. Muita luta e muitas surpresas desagradáveis e agradáveis, Victor e sua equipe perseguiram a perfeição e a melhor sintonia possível entre piloto, equipe e auto.

Como estas palavras soltas não dão a dimensão exata do que aconteceu nesta etapa, tentaremos resumir ao máximo os fatos.

IMG_1228

Tudo começou na sexta-feira, quando acontecem 3 treinos. O primeiro treino não foi feito porque a organização não entregou o painel da formula e também “cá pra nós” não fez falta, porque a pista estava suja e gelada. Veio o segundo e o terceiro treino do dia e as coisas foram muito bem, sempre virando abaixo de 1′ 12″.

Revisão feita e possíveis ajustes, fomos para o primeiro treino oficial de sábado, tempo excelente com 1’11″6 igual a mais 3 competidores. Nada mal, estávamos andando com pneus bem desgastados de uma corrida acontecida no autódromo de Santa Cruz.

Bem agora vai começar a narrativa do calvário do Victor e de sua equipe.

Começa o segundo treino e Victor foi auxiliar a equipe do Satti dando algumas voltas para testar seu carro e logo após algumas voltas, voltou para seu auto. Após sua saída para pista com seu carro oficial, logo na primeira volta, quebra o uniball do tramulador do cambio, fim do treino com apenas uma volta.

Vem o terceiro e último treino, uma volta rápida, quebra da homocinética externa da roda traseira esquerda, fim do treino.

Nova revisão da equipe e troca da homocinética, ajustes para tomada de tempo e pneus novos, muita concentração e pista.

Victor até 4 minutos para o final da tomada era o Pole, quando alguns pilotos de equipes diferentes começaram se ajudar “dando o vácuo” para o outro, atitude bem estranha já que eram concorrentes e de diferentes equipes mas faz parte do “jogo”. Victor foi superado ficando em 3o lugar, nada mal para quem estava com a “cara para o vento”.

20130817_133642

Bem, nova revisão no carro pela equipe Nafta e largada da primeira corrida. Logo na saída do box nas primeiras voltas antes do fechamento do box, um ruído anunciava o que seria o fim prematuro da primeira corrida. Ainda no alinhamento antes da largada o carro do Victor quebra na pista e é arrastado pela equipe de segurança do autódromo para o box. Diagnóstico “quebra da homocinética interna da caixa de marcha”. A equipe desmonta e remonta e faltando 4 voltas para o fim coloca Victor na pista, com a finalidade de testar o carro e assim termina a corrida.

De volta ao Box, a equipe desmonta tudo e começa a verificar cada detalhe já que este problema já aconteceu mais 2 vezes este ano. Diagnóstico “o eixo é mais curto do que o padrão do carro” e isto permite espaço lateral e com o tempo quebra ou desmonta. Refeito e corrigido era colocar o Victor na pista e pedir para piloto que largaria de último fazer uma corrida forte e determinada.

Equipe no alambrado, chefe de equipe no rádio, dono da equipe do meu lado na laje do autódromo, todos com vontade de ver nosso piloto na pista, fazendo seu papel.

Victor não decepcionou, nem sua equipe, nem quem veio ver o esporte e as emoções que apenas o automobilismo tem. Largada e começou um show de pilotagem dele e do piloto Rodrigo Elger (que era o penúltimo) e o Victor o último. Foram 25 minutos absolutamente reconfortantes com muitas ultrapassagens e disputas legítimas e éticas, terminando o Victor em segundo e o Elger em primeiro.

O curioso, foi a chegada ao parque fechado após o fim, todos de pé batendo palmas e reconhecendo o que estava ou melhor o que aconteceu naquele autódromo, foi mágico !!!

Agora é se preparar para algo mais, muito mais …

Nota Importante : O locutor do autódromo foi uma atração a parte, realmente emocionou todos.

 

IMG_2068

 

Após uma confusa e interminável semana de questões irrelevantes sob o aspecto desportivo, finalmente está confirmado a participação na próxima etapa na Formula Jr. em Tarumã ( foi alterado o autódromo, anteriormente Velopark ). Na busca de seu desenvolvimento como piloto, infelizmente faz parte reconhecer que existe o lado político da profissão, e a primeira aula chegou rápido e aprendizado também.

DSC_3855

Voltando ao tema, Victor parte para Porto Alegre na quinta-feira para se encontrar a equipe Nafta Motorsport com seu amigo e estimado chefe de equipe Noel Teixeira . Os treinos livres começam na sexta a partir das 08h30, com 3 sessões, terminando no meio da tarde. O objetivo é claro, fazer o melhor e obter o melhor resultado.

 

_MG_8485

Foto: Maurício Lima

 

Com muita satisfação comunicamos a todos informações a respeito do treino realizado no dia 12 de setembro 2013, no Autódromo Internacional de Interlagos em um F3 Light da equipe RR Racing.

_MG_8412-1

Foto: Maurício Lima

Na verdade este treino serviu como um teste para identificarmos se o aprendizado nas categorias de base (kart) e na Formula Jr. foi satisfatório para a adaptação e desempenho deste jovem piloto. Neste evento todas as pessoas e empresas que suportam a carreira do Victor estavam presentes e orgulhosos de propiciar realidade um sonho que um dia estava bem distante da realidade.

_MG_8627

Foto: Maurício Lima

Foto: Maurício Lima

Foto: Maurício Lima

Com orientação da equipe, chefiada por Sergio Burger, Victor ao final de 66 voltas, estava bem adaptado a nova realidade, um bólido que fecha 250 km/h freio aos 35 metros do S do Senna reduzindo 3 marchas.

Foto: Maurício Lima

Foto: Maurício Lima

Como pai e a primeira pessoa a acreditar no potencial deste piloto, ao sair do box pela primeira vez, no rolamento do pit lane, a medida que o carro andava um filme passava na minha mente lembrando desde o início na cadete (não havia grid na mirim), junior menor, junior, graduados, shifter…. e mais, o quanto foi difícil formar um piloto com caráter, ética, potencial técnico, sem nenhum ato ilícito tão comum no Kart ontem e nos dias atuais.

Victor continuará na Formula Jr. até o final de 2013 e estudo possibilidade de estar em outra categoria em 2014. Agradecemos as empresas Medabil, Cimax Sanhidrel, Terram, Olhadela, Alma Lavada e Anglo Sistemas de Ensino por apoiar o desenvolvimento deste piloto.

Foto : Maurício Lima

Foto : Maurício Lima

 

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: