20140726_073948

Hoje, um dia após a etapa de Curitiba, acontecida nos dias 27 e 28/07/2014, fica difícil de escrever neste blog, eu confesso. Nos dedicamos demais nesta pausa entre a 1a metade do campeonato e a 2a metade, com uma série de revisões estratégicas, com um cuidado quase cirúrgico, para que déssemos melhores condições ao piloto com um carro melhor e um staff mais adequado dentro das melhores práticas do automobilismo nacional. Para que este discurso seja mais claro, parece fazer mais sentido informarmos o que aconteceu desde o dia 26/07, quando aconteceu o primeiro treino oficial da categoria.

25/7 : Equipe e piloto prontos para o treino. Carro na pista sob a observação atenta do seu Spotter (Ari Salgado), Victor segue para a pista. Nas 3 primeiras voltas percebe que seu freio apresenta problemas. A equipe ajusta e Victor segue e logo percebe que sua embreagem começa a baixar dificultando a troca de marchas e para novamente no Box. Equipe ajusta e Victor novamente na pista e ao completar a nona volta o motor quebra em seu cabeçote não deixando nenhuma condição de reparo imediato, fim de treino e carro recolhido para o box.

26/7 : Motor 2 (dois) no lugar e ajustes na embreagem, seguimos para o segundo treino oficial. Em aproximadamente 5 voltas a primeira parada no box para para reclamar da embreagem novamente. Ajustada, segue para a pista e após completar 9 voltas entra no Box  com temperatura super elevada. Fim de treino e carro para o box para investigação.

26/7 : Tomada de tempo: Após uma série de ajustes no motor Victor seguiu para a tomada de tempo de 20 minutos. Em 9 voltas o carro ferveu e foi obrigado a parar de imediato se classificando em 11o lugar, resultado ruim para quem disputa o Vice Campeonato e o pior do ano.

26/7 : Seguimos para uma revisão muito mais rigorosa e foi constatado que a polia da bomba d´agua e a correia do motor estavam derrapando por causa de um vazamento de óleo. Tudo limpo e trocado era hora de ajustar o motor para a corrida que aconteceria as 16hs do próprio dia 26/7. Ao ligar o motor as 13hs houve uma falha e em seguida o motor desligou, era o início de um problema que somente foi solucionado as 21hs daquele dia pela troca de todo o conjunto elétrico/eletrônico do carro incluindo o computador central, e claro, ocasionando  a perda da corrida.

27/7 : As 14 hs de Domingo finalmente levamos o carro para o grid, figurando praticamente em último dos 19 carros no grid. Victor largou e ultrapassou 5 carros na largada e em 2 voltas era o 4o de sua categoria e sétimo na geral. Exatamente na 6a volta o carro voltou a ferver com parada imediata.

20140727_134938 20140727_134158 20140726_113113

Hoje, todos estamos bastante chateados com tudo que aconteceu, o esforço da equipe durante o último mês, a dedicação do piloto, a preparação dos componentes técnicos, enfim o resultado final não refletiu em nada o que foi feito e principalmente investido.

Próxima etapa será no Velopark em Porto Alegre e vamos lutar bravamente para recuperar o tempo perdido e ter um carro competitivo e portanto a altura do piloto.

20140727_113756

Imagem

Pódio nas 2 corridas da 3a etapa da F3 Brasil

Pódio nas 2 corridas da 3a etapa da F3 Brasil

Com bom resultado na 3a etapa da Formula 3 Brasil, etapa de Brasília, no final de de semana de 03.05 e 04.05, Victor Miranda se recupera com grandes passos das duas primeiras etapas deste campeonato. Com dois 3o lugares, Victor conseguiu recuperar seu equipamento e se adaptar ao autódromo que nunca havia treinado ou corrido, em anel externo com set-up Oval . Neste circuito, muito rápido com média superior a 190 km/h e com vários pontos bastante perigosos, com manutenção bastante duvidosa incluindo 2 pequenas lombadas em uma determinada “zebra” e um bueiro na curva 3, Victor e equipe se superaram e cumpriram com os objetivos que eram melhorar o equipamento e pontuar,tornando-os cada vez mais competitivo.

A equipe RR Racing juntos no pódio

A equipe RR Racing juntos no pódio

Um grande destaque da etapa foi o público, bastante ativo e com grande participação seja na arquibancada ou na visitação aos boxes que foi um show a parte. Nosso piloto foi procurado por dezenas e dezenas de pessoas em busca de esclarecimentos, fotos, autógrafos e etc, foi realmente um show a parte.

DSCN4677

DSCN4681

???????????????????????????????

O carinho dos grandes e pequenos Fãs e o carinho de poder recebê-los com simpatia e muita atenção é algo importante e faz parte da nossa proposta de valor passando para todos, os valores que representamos nas empresas que nos patrocinam e apoiam.

??????????????????????????????? ???????????????????????????????

E assim fechamos a matéria agradecendo a todos por tanto carinho e apoio incondicional aos nossos objetivos e aos representantes das empresas Cimax Sanhidrel, PD7 Technology, Interativa Engenharia e Anglo Sistema de Ensino, receba nossos mais profundos agradecimentos.

??????????????????????????????? DSCN4660

Tomada de Tempo

Tomada de Tempo

Vamos tentar descrever neste post tudo que ocorreu na 1a etapa da Formula 3 Brasil com riqueza de detalhes e a determinação do protagonista. Assim, em primeiro lugar gostaria de agradecer as dezenas de mensagens que amigos e torcedores enviaram a mim na busca do que aconteceu ou que estava acontecendo já que o Victor não aparecia em nenhuma das 2 corridas acontecidas no vídeo ou live time. Por absoluta falta de tempo, na busca da solução de um problema que toda uma equipe buscou incansavelmente uma solução,  uma batalha perdida mas aprendida.

Mas há coisas positivas que devemos aqui também enaltecera começar pelo troféu de reconhecimento da equipe Nafta Motorsport fez em homenagem ao Victor e entregue na quinta a noite, um verdadeiro presente daqueles que trabalharam por 1 ano com Victor e reconheceram seu valor como piloto e ser humano.

20140406_204549

Um ato sensacional propiciado pelo proprietário da equipe Nafta, Noel Teixeira que esteve conosco durante todo final de semana.

DSCN4384

Mas vamos ao roteiro do final de semana e da corrida de Formula 3 Brasil. Começamos com o treino extra na sexta-feira, pneus usados como planejado, principalmente por ser um treino mais para um Shake Down e reconhecimento da pista, foram 40 minutos e 1 jogo usado utilizado e o 4o tempo na geral e 2o tempo na Light, nossa categoria. A maioria dos concorrentes passaram vários jogos de pneus novos, mas mesmo assim não abriram uma grande vantagem. Estávamos certos de que o caminho tinha como base o acerto feito.

Começou os 2 treinos oficiais e pelo regulamento devemos utilizar pneus usados e assim foi, nossos pneus eram do início do ano e dos demais do dia anterior. Mas não tivemos grandes problemas e seguimos em 2o da Light fazendo pequenos ajustes e sem maiores dificuldades.

Como previsto fomos para tomada de tempo e naquele momento sim colocamos 1 jogo de pneu zero e fomos com o melhor acerto para pista e Victor foi fantástico e estava com a Pole da Light até 5 minutos antes do fim e em 3o na geral quando um piloto bateu e a tomada foi interrompida.

Quando o Victor recolheu o carro para o Box reclamou que o carro perdia desempenho, saia de traseira e o pedal do freio estava baixando. Identificado que embora com aquele tempo ele estava com as rodas traseiras parcialmente freadas e esse era o motivo do desequilíbrio do carro e perda gradativa do freio.

Carro recolhido, tomada retomada e Victor ficou com o 2o tempo na Light pois recolhemos o carro o utilizamos aquele pequeno tempo para mexer no freio. Revisado pinças, pastilhas e trocado o “burrinho” do freio traseiro e portanto revisado foi para a corrida de sábado.

Abertura de box e aquelas famosas 4 voltas que os carros passam pelos boxes e Victor na 3o volta entra no Box e explica que as rodas estavam bloqueando. A equipe faz uma pequena revisão e Victor larga do Box e dando apenas uma volta entra no Box com as rodas traseiras completamente bloqueadas e os freios encandecestes, fim de uma prova que não começou.

Noite adentro na revisão com apoio de Noel Teixeira, a equipe troca 100% dos componentes para a corrida de Domingo. Nos recolhemos mais cedo até mesmo para nos preparar para a corrida que Victor largaria de último. E de forma surpreendente logo após a abertura de Box e apenas uma volta na pista, Victor para sem freio e com as rodas traseiras bloqueadas novamente e fim de prova e final de semana.

O que é? Não sabemos! A equipe hoje ainda se deslocou para São Paulo em busca de equipamentos, ferramentas, orientação e suporte para resolver definitivamente pois na semana que vem estaremos em Santa Cruz e somente teremos 2 treinos e fim. Como reforço ao time da RR Racing estará o Noel Teixeira junto ao Raimundo nosso mecânico chefe na busca do melhor para o nosso piloto.

E para finalizar deixamos uma mensagem de como agimos nestas horas

Foto: Voltando pra casa com gosto de quero mais... semana que vem em Santa Cruz do Sul - RS

 

 

 

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: