DUD_0472

Com uma agenda realmente cheia de compromissos, desde a exposição com patrocinadores e o planejamento de 2014, Victor Miranda “corre” contra o tempo para realizar suas atividades profissionais e escolares. Neste próximo final de semana teremos mais uma etapa da Shifter Kart e uma novidade, Victor correrá no time do Ari Salgado na Pro 500.

A seguir o texto do nosso Assessor de Imprensa – Erno sobre a Formula Junior.

Realizada sob condições climáticas bastante desfavoráveis, a 6ª etapa da Fórmula Júnior, disputada no último final de semana em Guaporé, na Serra Gaúcha, foi uma ótima oportunidade para o paulista Victor Miranda (Medabil | Cimax | Sanhidrel | We Care Auto | Terram | Anglo | Olhadela | Alma Lavada) mostrar o quanto está competitivo.

Destaque na rodada, Miranda esteve sempre muito bem posicionado nos treinos livres, tendo liderado sua maioria. O ótimo desempenho se confirmou na tomada de tempos, quando o paulista cravou a pole-position, sua segunda na categoria. “Trabalhamos muito para conquistar esta pole. A pista molhada nos fez experimentar diversos acertos e no penúltimo treino o carro ficou pior. No último treino voltamos ao que tínhamos e deu resultado”, disse o piloto da equipe Nafta Motorsport, autor da primeira pole da história da Fórmula Júnior em março.

A pole position de Victor Miranda não foi o único motivo de alegrias para a Nafta Motorsport. O paranaense Rafael Smaniotto, companheiro de equipe do piloto paulista, garantiu o segundo lugar no grid de largada e, assim, a dupla marcava uma dobradinha na tomada de tempos, a primeira por equipes na categoria. “Foi muito legal ver meu companheiro de equipe ao meu lado, uma comprovação de que estamos todos trabalhando em conjunto e com ótimos resultados”, avaliou Miranda.

Sempre com fortes chuvas e pista bastante molhada, a Fórmula Júnior partiu para a primeira corrida da programação e Victor Miranda teve novamente uma bela atuação, marcando a segunda melhor volta da prova e vencendo de ponta a ponta. A segunda vitória de Victor Miranda (Medabil | Cimax | Sanhidrel | We Care Auto | Terram | Anglo | Olhadela | Alma Lavada) na Fórmula Júnior veio com uma pilotagem sem erros e uma vantagem final de mais de três segundos.

“No último treino conseguimos deixar o carro muito bem acertado e deu tudo certo na tomada de tempos. Depois, na corrida, consegui abrir vantagem nas primeiras voltas e me preocupei em manter a distância”, lembra Miranda, que comemorou bastante sua segunda vitória na Fórmula Júnior.“Tivemos a entrada do safety-car, mas consegui fazer uma boa relargada e mais uma vez administrei bem a vantagem, agora com a pista já secando e cuidando para não rodar”, continuou o piloto da Nafta Motorsport.

A segunda prova foi disputada com pista praticamente seca e, ao contrário da primeira, não teve um resultado para comemorar. “No começo o carro estava instável, mas depois melhorou muito. Tentei passar o Gabriel Robe algumas vezes, mas não consegui e no final da reta acabei sofrendo uma batida que, algumas curvas depois, me fez abandonar com um pneu descolado da roda”, lamentou Victor Miranda.

A Fórmula Júnior terá ainda duas etapas até o final de sua temporada, ambas em Tarumã (RS), marcadas para os meses de outubro e novembro. E, já projetando seus próximos passos, Victor Miranda começou a encaminhar seu primeiro contato com a Fórmula 3, categoria que pretende disputar em 2014.

DUD_0473 

Fonte : Site Kartnet Foto: Maurício Vilela

Fonte : Site Kartnet
Foto: Maurício Vilela

Pela foto retirada do site Kartnet com crédito para o fotógrafo Maurício Vilela, podemos ter uma noção clara do resultado do final de semana. Mas as coisas somente culminaram nesta batida, muito antes, durante a semana as coisas somente deram errado, foram quebras, batida por problema do uniball e dois (2) motores quebrados, na sexta e sábado, fruto das velas NGK compradas no mercado e simplesmente quebravam seu miolo dentro do motor travando o pistão. Nunca havia visto este tipo de problema em toda minha experiência no automobilismo, espero que a NGK honre seu compromisso e pague os mais de 6 motores travados por este problema, uma vergonha. Como a última quebra aconteceu na tomada de tempo Victor largou em 11o lugar.

Foto : Maurício Lima

Foto : Maurício Lima 

Com grande tensão para a largada, Victor se posicionou na fila impar, lado do pole position e fez uma largada excelente, pena que ele não contava que o pole teria problemas e não largaria, foi uma “senhora” panca de frente e por trás, quebrando a frente e a traseira do kart. Agora é mais que nunca ajustar a bagaça e treinar muiiiito e se preparar o melhor possível para próxima etapa de setembro.

1003789_711720995511751_202250797_n

Foto : Maurício Lima

 

%d blogueiros gostam disto: