Kart e a Mídia

12/02/12

Com a evolução do esporte e o profissionalismo permeando o processo o interesse do público e o interesse pelos meios de comunicação pode ser considerado uma consequência natural. Assim foi na primeira etapa da Copa São Paulo da Granja Viana, segundo o site Allkart ( http://www.allkart.net/newAllkart/?p=5277 ) meios bastante expressivos da mídia televisiva esteve no kartódromo para avaliar e cobrir corridas e os pódios. As equipes da  equipes de BandSports e SporTV na Granja Viana. A rádio Jovem Pan, tradicional no esporte também estava. O futuro promete neste campeonato, segundo a “Rádio Box” informa que no futuro as corridas serão transmitidas “ao vivo”.

 

Seguindo na direção do “eu posso mais”, Victor Miranda correu neste de dia 11 de fevereiro de 2012 na categoria Graduados no Kartódromo Internacional Granja Viana e conseguiu seu primeiro objetivo nesta etapa, o Pódio. Na verdade foi uma grata surpresa já que este objetivo estava previsto mais para frente, mas assim como sua carreira, evolui em uma velocidade bem maior que a planejada. Victor foi agraciado com o sexto lugar neste final de semana. Nos treinos sua performance estava muito boa. Largou em 5 na geral e 4 na Graduados. Mas uma pequena mudança no chassis, na frente, fez com que o carro ficasse muito ruim de freada em alta, “As rodas traseiras pareciam querer passar a frente”, segundo comentário do piloto. Sem esquecer, agradecemos demais os patrocinadores Olhadela.com.br, LG store, Piscinas Quatro Estações, Anglo Vargem Grande Paulista e Veloz Management. Dia 04 de Março temos novo encontro na Aldeia da Serra.

Família e equipe, uma coisa só

 

Com a produção da SPARCO, o macacão 2012 de Victor Miranda têm o que de melhor o mercado pode oferecer. Com acabamento impecável e uma distribuição das imagens dos patrocinadores de forma equilibrada, sobraram elogios no último sábado. Formando um conjunto perfeito com sua carenagem e capacete, de forma mais que profissional começamos o ano com nossos amigos, apoiadores e patrocinadores.

 

Victor Miranda figura na matéria do site KartOnline do dia 06.02.2012. A matéria extremamente interessante trata com detalhes dos talentos dentro e fora das pistas. Tema bastante complexo mas que coragem o site trata abordando o assunto de forma completa. Segue na íntegra.

 

Manter pilotos qualificados no quadro de embaixadores da marca vem sendo uma preocupação constante para a maioria das fabricantes de kart no Brasil e na Europa. A retenção de talentos está entre as prioridades dos executivos brasileiros e deve ocupar o topo da lista nos próximos três anos.

Pelo histórico dos últimos anos, temos uma grande tendência e desafio de 2012: a busca e a atração de mão de obra qualificada.

Diante desses desafios, os executivos da indústria do kartismo devem manter o foco em planejamentos mais eficientes, no estabelecimento de novas parcerias e nos investimentos em inovação. Essas atitudes vão auxiliar na retenção de talentos, despertando o interesse desses profissionais em integrarem processos inovadores e vitoriosos.

No cenário do kartismo nacional, a disputa por bons pilotos é grande, e cabem as empresas criar um programa intensivo de investimentos de treinamentos. Esta deve ser uma das formas de, além de capacitar, incentivar os principais “pilotos talentos” da organização a permanecerem na empresa.

 

Mas será que treinamento e inovação serão suficientes para manter esses pilotos? Talvez as empresas precisem, além de investirem nesses itens, olhar um pouco mais para o ambiente pessoal. Um coaching bem trabalhado, além de planos formatados ao ambiente do automobilismo podem reter os talentos.

1. Ressaltar conquistas e vitórias, atrelandas a metas de desempenho (bônus) podem ser ótimos indicadores de retenção;
2. Ofereça um ambiente de trabalho que respeite, encoraje e permita o equilíbrio entre vida e “profissional” é certamente uma parte fundamental da boa relação entre piloto e fábrica;
3. Criar um plano sucessório efetivo de categorias, que facilite a evolução de carreira dos pilotos com alto desempenho é um oportunidade única e jamais realizada no Brasil;
4. Oferecer ferramentas para medição do engajamento e liderança dos pilotos e funcionários, auxilia na formação de um clima mais próspero no ambiente de competição;
5. Focar esforços de retenção nos pilotos mais talentosos e com alto potencial, possibilita ganhos mais eficientes a sua construção de marca;
6. Criar uma “Experiência de Empregador” que satisfaça os funcionários em múltiplos níveis é um caminho em aproximar o empregado e piloto do produto.

Podemos concluir que qualificar e reter pilotos com talento já deixou de ser um diferencial e passou a ser uma característica fundamental e necessária para qualquer fábrica de kart que queira sobreviver à concorrência nos tempos atuais. Não há tempo a perder.

Por Leandro Claro, editor-chefe do Portal KartOnline
Foto: Leandro Claro | Mauricio Villela

Agora no detalhe, colocamos no ar o resultado oficial da 1a e 2a corridas e o resultado final com a soma de pontos.

Vamos para a próxima.

%d blogueiros gostam disto: